Sesa pede apoio aos municípios para intensificar a vacinação contra a Covid-19

Acelerar ainda mais a vacinação foi a mensagem deixada pelo secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, na reunião com a Associação dos Municípios do Paraná (AMP), com as associações regionais dos municípios do Paraná, Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), e com secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, nesta terça-feira (1º). O Estado já aplicou 3.721.565 doses. Uma das estratégias tem sido a campanha de vacinação “De domingo a domingo”.

“Temos rapidamente descentralizado as doses para os municípios. O Estado não vacina ninguém, quem vacina é o município, com as suas equipes das secretarias de saúde. Por isso, o governador Ratinho tem colocado a estrutura de logística rapidamente para funcionar e permitir que as doses chegam ao braço dos paranaenses com velocidade. Essa é a orientação do governador”, afirmou Beto Preto.

O Plano Estadual de Vacinação já está contemplando diversos grupos prioritários, com mais de 52% da sua população alvo para a primeira dose, representando 2.543.062, segundo o Vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta semana, os trabalhadores da aviação e aeroportuários também já foram incluídos na aplicação dos imunizantes. As pessoas com deficiência permanente grave, sem a exigência da comprovação do Programa de Benefício da Prestação Continuada (BPC), e os trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (Suas), também já estão contempladas no plano.
“Temos avançado nos grupos prioritários. E queremos que assim que as pessoas sejam vacinadas, a gente possa rapidamente seguir com a meta de chegar ao máximo de paranaenses imunizados. Precisamos de mais doses, porque temos capacidade e expertise para a vacinação rápida”, ressaltou o secretário.

Para o presidente da AMP, Júnior Weiller, as iniciativas do Governo do Estado e a estratégia em conjunto com os municípios são fundamentais para reforçar a importância da vacinação, que superando o grupo das comorbidades, deve iniciar a vacinação geral por idade, a partir dos 59 até 18 anos.

“Estamos alinhados com o Governo do Estado e aqui reunimos as associações regionais de prefeitos para intensificar esse objetivo da vacinação, seguindo essa orientação da Sesa, que após as comorbidades, que a gente já possa iniciar a vacinação pela idade. Temos que intensificar esse trabalho para rapidamente superarmos a pandemia”.

Na opinião do presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná, Ivo Leonarchik, o debate amplo sobre o processo que envolve a vacinação, desde a aplicação da dose até a notificação no sistema oficial de dados, mostra o engajamento das equipes. “Foi uma grande oportunidade para debatermos diversos assuntos, envolvendo, Sesa, Casa Civil, associações de municípios. E a importância do diálogo. Sabemos das dificuldades que os municípios encontram muitas vezes,  mas este apoio em conjunto é positivo”.

Com informações de AEN.

 

Foto: AEN

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.