Palmas lança linha de crédito para micro e pequenos empresários

por Cristina Vargas: Na manhã dessa segunda-feira (23), Palmas realizou o lançamento de um programa de linha de crédito para micro e pequenos empresários. O evento contou com a presença do vice-governador Darci Piana, do diretor-superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Tioquetta, autoridades e lideranças locais, além de empresários e profissionais de imprensa. A linha de crédito será disponibilizada aos empresários através de uma parceria entre a prefeitura de Palmas e o Sebrae. Segundo informações, serão disponibilizados até R$ 20 milhões em operações, limitados até R$ 100 mil para capital de giro e R$ 120 mil de investimentos. “Porém, o ticket médio das operações da SGC no Sudoeste gira em torno de R$ 40 mil. Com base nisso nossa perspectiva é de atingir um grande número de empreendedores de Palmas”, explicou Deomar Scopel, assessor de comunicação.

De acordo com informações, o recurso será de R$ 2 milhões, disponibilizado pela Prefeitura de Palmas em conta específica da sociedade garantidora de crédito GarantiSudoeste. Com o que é chamado de sistema de alavancagem, será possível para a SGC emitir até R$ 20 milhões em cartas de aval. “Essas cartas de aval beneficiam os MEI e os pequenos negócios, especialmente aqueles que não têm bens para dar em garantia. Sem garantia, o risco é maior e as instituições financeiras colocam taxas de juros mais altas. É o mesmo sistema que aconteceu em Pato Branco”, explicou o assessor do Sebrae, entidade que disponibilizará a metodologia e orientações técnicas nessa parceria com a prefeitura.

Deomar explicou que o recurso é oriundo do aporte feito ao Fundo Municipal, e que as cooperativas de crédito Sicoob Integrado, Sicoob Valcredi, Sicredi, Cresol e Uniprime irão operar na liberação das operações em conjunto com a SGC.

Sobre as vantagens e benefícios previstos aos empresários que optarem pela adesão ao crédito, Deomar destacou que terão taxas de juros mais atrativas, prazo, carência, suporte em gestão financeira e o aval através do Fundo Garantidor de Crédito.

Sobre a geração direta de empregos, o assessor de comunicação de Palmas explicou que não tem como afirmar se vai ocorrer, mas que de forma indireta essa oportunidade de crédito vai contribuir para a economia local e, consequentemente, para a geração e manutenção desses empregos.

Deomar revelou que o Sebrae vem desenvolvendo várias ações no município, desde as ações com a Sala do Empreendedor, Ponto de Atendimento, Centro Empresarial, e o Programa Prodec, que deu origem ao Conselho de Desenvolvimento – Damapec. “Agora, de forma convergente, o apoio no desenvolvimento desta linha de crédito especifica para Palmas”, enfatizou.

Além desse incentivo, Deomar contou que há outras políticas públicas em Palmas que vêm impulsionando este e outros setores, como a Cidade do Conhecimento, com a qualificação de aproximadamente 2 mil pessoas, o Plano Brasil Mais, o II Pitch Day, os barracões industriais, o Núcleo de Inovação Municipal, a Aceleradora e Incubadora, a concessão de terrenos, o Centro Empresarial, entre outros.

Sobre o modo como vai funcionar a adesão a linha de crédito, Deomar explicou que é importante ressaltar que “o crédito continua sendo crédito. O que muda neste caso é a garantia, que será fornecida pelo fundo de risco local em até 80% do valor liberado pelas cooperativas de crédito. A prefeitura em si não empresta nenhum recurso, entrando neste caso com a garantia das operações. Não há limitação para nenhum porte de empresa, desde que com sede em Palmas, onde as empresas devem procurar as cooperativas de crédito e passar pela análise de concessão”.

O prefeito de Palmas, Kosmos Nicolaou, contou que a ideia foi estudada há dois anos e depois da pandemia foi acelerado o processo. “Mandamos para a Câmara essa lei, e foi aprovada. Um prefeito não pode pensar apenas em saúde e educação, tem que pensar no desenvolvimento do seu município. Para isso, importante unir pequenos e grandes empresários. Tenho dito que já é difícil pedir dinheiro para alguém, e se receber um não fica mais difícil ainda. Então, para isso a prefeitura entra com esse aporte para garantir junto com a Garantidora Sudoeste esse crédito de R$ 20 milhões, que os empresários vão poder usar para melhorar o seu negócio”, ressaltou.

 

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.