Mulher foi morta de forma injusta’, diz delegado ao concluir investigação sobre morte de casal

A Polícia Civil concedeu no final da tarde desta quinta-feira, dia 20, uma coletiva de imprensa sobre a conclusão da primeira fase da investigação relacionada à morte de Simone da Silva Fialho e Evanir Pires Dos Santos Taborda. Os corpos do casal foram localizados na tarde de quarta-feira, dia 19, no interior de Chapecó. Segundo informações do delegado da Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil, Vagner Papini, o motivo da morte não teria motivação passional, mas sim um ‘negócio mal sucedido’ de Evanir. Duas pessoas foram presas acusadas de envolvimento no crime.

O delegado destacou que Simone teria sido morta ‘de forma injusta, com dois disparos de arma de fogo’. O casal teria sido abordado por duas mulheres de 25 e 35 anos e um homem de 56 anos, ainda no dia 20 de janeiro, posteriormente foram levados a uma localidade onde Evanir foi atingido com quatro disparos de arma de fogo.

Os autores do crime teriam colocado o corpo do homem no porta-malas do carro enquanto seguiam para a comunidade Alto da Serra. Simone foi mantida no banco traseiro do veículo onde os envolvidos prometiam que a liberariam. Já no local de desova dos corpos, Simone foi assassinada com dois disparos de arma de fogo e enterrada a cerca de seis metros de distância de Evanir.

Ainda conforme as investigações, o autor dos tiros, de 56 anos, seguiu com o veículo da vítima até o município de Trindade do Sul (RS), com o intuito de desviar as investigações para a polícia daquele estado. O homem já possui passagem pela polícia por homicídio. Ainda na noite desta quarta-feira, após os corpos serem localizados, os mandados de prisão foram expedidos para os três envolvidos. As duas mulheres foram localizadas e presas, já o homem encontra-se foragido.

A busca pelos corpos iniciou na noite de terça-feira, dia 18, após a polícia encontrar um chinelo da vítima perto de onde os cadáveres estavam enterrados. Na tarde de quarta-feira, dia 19, os corpos foram localizados com auxílio de cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Xanxerê.

Com informações do OesteMais 

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.