Esconderijo de traficantes com US$ 2,3 milhões em dinheiro é encontrado na Colômbia

As autoridades colombianas apreenderam o equivalente a US$ 2,3 milhões (mais de R$ 12,5 milhões) em dinheiro pertencentes a traficantes de drogas ligados a dissidentes das FARC que se marginalizaram do processo de paz, informou a promotoria nesta quinta-feira (12).

O dinheiro foi encontrado em caixas e em “dois prédios” localizados ao norte da cidade de Cali (sudoeste), onde residia o “suposto líder Lucio Burbano Portilla”, acusado de enviar cocaína a Honduras, Guatemala, México e Estados Unidos, informou em comunicado o órgão responsável pela investigação.

Dez pessoas foram capturadas na operação e serão investigadas por supostas ligações com uma dissidência da ex-guerrilha das FARC conhecida como Óliver Sinisterra, acusada, entre outros, do assassinato de três membros de uma equipe jornalística equatoriana em 2018.

O grupo também é responsável pelo assassinato de seis jovens em 22 de agosto, em uma área rural do município de Tumaco, na fronteira com o Equador, segundo autoridades.

“Foram apreendidos pouco mais de 8,5 bilhões de pesos em dinheiro (US$ 2,3 milhões), US$ 3.700, 11 relógios de luxo, armas de fogo, documentos com informações privilegiadas sobre atividades judiciais e de força pública”, afirmou a promotoria no boletim.

Os detidos devem responder pelos crimes de “formação de quadrilha para cometer crime, tráfico, fabricação ou posse de drogas e lavagem de dinheiro”.

Cerca de 2.300 combatentes distribuídos em diversos grupos constituem os chamados dissidentes das FARC, que se afastaram do histórico acordo de paz de 2016 e se dedicam principalmente ao tráfico de drogas e à mineração ilegal, segundo a inteligência militar.

Colômbia é o maior produtor mundial de cocaína e os Estados Unidos são o seu maior consumidor.

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.