Assassino confesso da morte de taxista pega 30 anos de cadeia

Maicon Weber 34 anos, assassino confesso da morte do taxista campoerense Adilso Coletto, de 46 anos, crime ocorrido no último mês de agosto, foi condenado a pena máxima, requerida pela promotoria da comarca de São Lourenço do Oeste.

O MP-SC, através do promotor Dr. Marcos Alberton, disse em entrevista exclusiva, que na denúncia pedia a pena máxima, mas ela poderia variar de acordo com o entendimento da justiça, já que o assassino havia confessado o crime.

A sentença publicada ontem 18, foi de 30 anos de reclusão em regime fechado mais 13 dias de multa.

Maicon estava preso preventivamente, desde o dia seguinte ao crime e agora passa a cumprir a pena, que foi recorrida pela defensor público daquela comarca.

Como foi condenado pelo crime de latrocínio, Maicon poderá ficar até 18 anos no regime fechado, mas essa penalização pode aumentar tendo em vista os demais processos que estão tramitando dos quais responde por diversos crimes.

Fonte: CampoErê.Com

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.