Anibelli Neto critica (possível) volta das coligações

 

O deputado Anibelli Neto, do MDB, criticou nesta segunda-feira, na sessão da Assembleia Legislativa, a possível volta das coligações nas eleições proporcionais já no ano que vem. A volta das coligações é um dos temas da minirreforma eleitoral que entra em segunda votação nesta terça-feira, na Câmara dos Deputados. Para Anibelli, que presidiu a comissão especial da Assembleia Legislativa do Paraná, em 2015, que propôs sugestões para a reforma eleitoral, afirma que volta das coligações é um “retrocesso”. O deputado fez um apelo aos integrantes da bancada paranaense na Câmara Federal para que votem contra esta proposta.

Anibelli Neto destaca que o fim das coligações nas eleições proporcionais é uma forma de fortalecer os partidos políticos, como aconteceu nas últimas eleições municipais. O deputado, no entanto, aplaudiu a decisão da Câmara, na votação de primeiro tuno da reforma eleitoral de “enterrar” o distritão, que elege os mais votados, mas que decreta o fim dos partidos.

Anibelli destacou ainda que felizmente não evoluiu a proposta de acabar com o segundo turno que, para ele, é um grande avanço da legislação. Embora não concorde com o espaço de tempo muito grande entre as eleições e a posse, o deputado elogiou a decisão de se alterar a data da posse dos eleitos a cargos executivos de 1º de janeiro para os dias 5 ou 6 de janeiro.

 

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.