A decisão de retornar ou não as aulas presenciais ficará a critério dos municípios diz Amsop

Foto: Marcilei Rossi

 

A Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop) realizou na tarde dessa quinta-feira (29), uma reunião com prefeitos, vice-prefeitos e secretários de educação para debater o retorno ou não das aulas de forma presencial.

Buscando respeitar as diferentes características dos 42 municípios, ao término do encontro ficou definido que cada município tem autonomia para o retorno ou não das aulas neste momento. Além de decidir, também, a logística do transporte escolar.

De acordo com o presidente da Amsop, e prefeito de Bom Sucesso do Sul, Nilson Feversani a decisão levou em conta, as particularidades de cada município.

“Já há um ano e dois meses que estamos neste cenário de indefinições com relação à segurança das aulas presenciais, por isso, é uma responsabilidade enorme para cada prefeito decidir o momento adequado. O que nós priorizamos é o bem-estar das nossas crianças, professores e pais”, declarou Feversani.

O vice-presidente da Amsop e prefeito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana, avalia que o momento é de avançar com as aulas presenciais para que os alunos recuperem esse um ano longe das salas de aula e do convívio escolar. “Há pressões, há responsabilidades, há números mostrando que existe um prejuízo para as nossas crianças, então, nós temos que, gradativamente, trazer os alunos de volta ao ambiente escolar. Evidentemente que cumprindo rigorosamente com todos os cuidados”.

Segundo o presidente da Comissão da Educação, Cultura e Esportes da Amsop e prefeito de Pérola D’Oeste, Edsom Bagetti, “os municípios devem reabrir as escolas de forma equilibrada, com avaliações periódicas dos alunos e professores. E, caso seja constatado algum caso de covid-19 em determinada escola, que sejam novamente suspensas as aulas, mas, tão somente, naquele estabelecimento de ensino”.

O presidente da Comissão de Saúde e Ação Social da Amsop e prefeito de Dois Vizinhos, Luís Carlos Turatto, recomendou aos prefeitos que tomem as suas decisões após uma avaliação criteriosa junto a seus respectivos secretários de Educação e Saúde.

A chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Francisco Beltrão, Lurdinha Bertani, também esteve presente e representou os Núcleos de Educação de Pato Branco e Dois Vizinhos. “O governo do Estado sinaliza que pretende retomar as atividades presenciais nas escolas a partir do dia 10 de maio apenas em conjunto com municípios que optarem por reabrir, também, a rede municipal. Mas, ainda depende de uma rigorosa avaliação dos números da pandemia e de um cenário que ofereça segurança”, afirmou Lurdinha.

Particularidades

Com a deliberação da assembleia da Amsop, a expectativa é de que cada município leve em conta as particularidades existentes, o que na prática implica em observar os dados epidemiológicos locais e também o cumprimento nas medidas de enfrentamento da pandemia.

Em um levantamento prévio, a expectativa é que 27 dos 42 municípios retornem as atividades da rede municipal de ensino ou já na segunda-feira (3), ou ainda no dia 10 de maio.

Ainda de acordo com Feversani, todos os municípios que demonstraram a intenção de retomada das atividades em sala de aula, também será ofertado o transporte escolar.

O presidente da Amsop que esteve recentemente reunido com o secretário Estadual de Saúde Beto Preto, enfatiza que há sim uma grande preocupação com a vacinação de professores e trabalhadores da educação. Contudo, ocorre que pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), ainda é necessário o cumprimento de mais algumas etapas para que esses profissionais sejam contemplados com os imunizantes.

Feversani também relatou que no encontro desta quinta, não houve a participação de representante do Ministério Público (MP-PR), no entanto, segundo o presidente da Amsop, alguns municípios já foram contatados pelas Promotorias Públicas, buscando o retorno das aulas.

Com informações do Diário do Sudoeste.

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.