Pai confessa ter assassinado a própria filha estrangulada em SC

O pai de uma menina de cinco anos encontrada morta com sinais de estrangulamento, na manhã deste sábado, dia 12, em Guaramirim, no Norte do Estado, confessou o crime, durante o depoimento na tarde deste sábado. De acordo com o delegado Paulo Venera, que investiga o caso, o homem de 39 anos disse ter assassinado a filha por estrangulamento com uma camiseta. O crime ocorreu em uma residência em um condomínio localizado na rua Virgínia Cristofolini, no bairro Guamiranga. De acordo com o delegado Paulo Reis Venera, o homem utilizou uma camisa para asfixiar Evelyn Vitória Modrock.

Conforme ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM), após cometer o homicídio, o homem ainda tentou se matar com uma faca. Ele foi levado pelo Samu a um hospital em Jaraguá do Sul, pois tinha ferimentos no pescoço e no pulso esquerdo. O crime teria ocorrido durante a madrugada, por volta das 2h. Após o ato, o homem deitou na cama ao lado da filha para esperar a morte. Porém, ele continuou vivo e entrou em desespero.

Na peça de roupa recolhida pelos peritos do IGP (Instituto Geral de Perícias), havia marcas de sangue e também de saliva, provavelmente expelidos pela criança durante o estrangulamento. Durante a manhã, ele enviou uma mensagem para a vizinha dizendo que uma pessoa entrou na casa e o agrediu com uma arma branca.O delegado conta que ele afirmou que matou a filha porque a criança estava sofrendo com a separação da mulher. O casal estava separado há cerca de cinco meses. Ele contou que entrou em desespero com o suposto sofrimento da garota.

Com informações da NSC Total e OPC News

REPÓRTER ALENCAR
© Copyright 2019, Ludegério Alencar Pereira Eireli.
CNPJ: 32.612.586/0001-31
/ Agências de notícias, propaganda e MKT. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. Todos os direitos reservados.